Governo autoriza volta às aulas presenciais em escolas públicas e privadas do RN
29, abril 2021

Governo autoriza volta às aulas presenciais em escolas públicas e privadas do RN

O governo do Rio Grande do Norte permitiu o retorno das aulas presenciais em todas as escolas das redes pública e privada na educação básica no Rio Grande do Norte, de forma “híbrida, gradual e facultativa”. Apesar de o decreto publicado nesta quinta-feira (28) já estar em vigor, ainda não há prazo para volta às aulas nas escolas públicas.

A medida atende uma decisão do juiz Artur Cortez Bonifácio, da 2ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal, que acolheu parcialmente pedido de liminar feito Ministério Público Estadual e determinou prazo para o governo liberar a volta às aulas nas redes pública e privada.

No caso das escolas estaduais, elas só serão abertas após se adequarem ao plano de retomada que ainda será apresentado em 12 de maio, conforme acordado pelo estado em uma audiência conciliatória na Justiça. O sindicato que representa os professores afirmou que a categoria só volta ao trabalho presencial após vacinação em massa.

A abertura e funcionamento das escolas das escolas municipais também fica submetida aos respectivos planos de retomada dos municípios, que contemplem os protocolos sanitários e pedagógicos elaborados, aprovados e publicados pelos Comitês Setoriais Municipais.

29, abril 2021

RN registra taxa de ocupação de leitos covid de 91,5%

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 91,5%, registrada no fim da manhã desta quinta-feira (29). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 620.

Até o momento desta publicação são 31 leitos críticos (UTI) disponíveis e 334 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 111 disponíveis e 286 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 90,1% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 98,9% e a Região Seridó tem 82,5%.

29, abril 2021

Tremor de terra é registrado em Pedra Preta nesta quinta-feira (29)

Nesta quinta-feira (29), um tremor de terra, de magnitude preliminar 1.8 mR, foi registrado no município de Pedra Preta(distante 149 km de Natal), no estado do Rio Grande do Norte. O evento, que ocorreu às 05h47 UTC (02h47, hora local), teve sua magnitude preliminar calculada em 1.8 mR. Até o momento desta publicação, o LabSis não recebeu a informação de que moradores escutaram ou sentiram o evento ocorrido nesta quinta-feira (29).

O Laboratório Sismológico segue monitorando e divulgando toda atividade sísmica que ocorra no estado do Rio Grande do Norte e também da região Nordeste do país.

 

29, abril 2021

56 mil pessoas estão com segunda dose de vacina contra a Covid-19 atrasada no RN

Pelo menos 56.840 pessoas estão sem tomar a segunda dose da vacina contra Covid-19, no Rio Grande do Norte. A informação consta no “Relatório de Gestão – RN+Vacina: Cidadãos com D2 Atrasadas”, produzido pelo Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúda (Lais/UFRN).

No estudo, realizado por pesquisadores entre 19 de janeiro e 26 de abril, foram analisados poucos mais de 640 mil registros de vacinação na plataforma RN + Vacina, visando apurar quais cidadãos estão com o registro de 2ª dose (D2) a vencer nos próximos 30 dias. Das 56.840 pessoas com a vacina da segunda dose em atraso, 56.816 receberam a CoronaVac, e apenas 24 da Oxford/AstraZeneca.

O objetivo do levantamento é, segundo o Lais, subsidiar os gestores da secretaria estadual de saúde pública – SESAP/RN e secretarias municipais de saúde no monitoramento e governança do processo de imunização com foco em mitigar desabastecimentos relacionadas às doses D2 dos cidadãos vacinados até o momento. Veja a reportagem completa na Tribuna do Norte.

29, abril 2021

Governo do RN retoma a entrega dos kits da merenda escolar para estudantes da rede estadual

Governo do RN retoma a entrega dos kits da merenda escolar para estudantes da rede estadual

As famílias dos estudantes da rede estadual de educação começaram a receber, nesta semana, uma nova remessa de kits com gêneros alimentícios da merenda escolar. Após distribuir mais de 670 mil cestas básicas em 2020, o Governo do RN retoma as entregas mantendo o caráter universalizado da ação, sendo um kit por aluno matriculado. Até o final desta ação, mais de 217 mil kits chegarão aos lares dos estudantes, espalhados por 16 diretorias regionais de ensino.

Seguindo um cronograma que respeita a capacidade de fornecimento dos itens alimentícios por nossas cadeias produtivas, até final de maio todos os estudantes terão recebido seus kits. A distribuição foi iniciada pelas escolas localizadas na região do Médio e Alto Oeste do Estado e deve ser finalizada nas regionais de Mossoró e Natal. O Governo do Estado é responsável por toda a logística de entrega e fiscalização.

“Com a experiência adquirida ao longo do último ano, estamos com toda a estrutura para distribuição pronta. Essa continua sendo a maior operação logística da Secretaria de Educação do RN e com um caráter social importante: contribuir com a alimentação das famílias nesse momento desafiador que a pandemia provoca em nossa sociedade”, destaca Getúlio Marques, secretário de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer do RN.

Feijão, arroz, macarrão, açúcar, flocão de milho são alguns dos alimentos que compõem as cestas, que têm cerca de 10 kg e um preço médio de R$ 70. A previsão é que até o final desta entrega, cerca de R$ 16 milhões sejam investidos, oriundos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Os itens da cesta foram aprovados pela equipe técnica de nutricionistas da Subcoordenadoria de Assistência ao Educando (Suase), que, entre outros fatores, leva em conta a qualidade nutricional, respeitando os hábitos alimentares e a cultura local, e as necessidades nutricionais básicas para o cotidiano.

As escolas recebem os kits dos fornecedores e operacionalizam o processo de entrega, que passa pela higienização dos kits e protocolos de entrega que permitam o menor contato possível entre as pessoas. As entregas são acompanhadas pelos gestores escolares e pelas Diretorias Regionais de Educação e Cultura (DIREC) e de Alimentação Escolar (DRAE). Cada família foi avisada pela escola sobre o dia da retirada do kit.

A parceria com a agricultura familiar também é retomada nesta ação. Presente em cerca de 30% dos gêneros que fazem parte das cestas, o Governo do RN fortalece diversas cadeias produtivas com a compra direta aos produtores. A presença da agricultura familiar garante uma diversidade de itens nos kits, que mudam de acordo com a localidade. Por exemplo, na região Oeste o arroz vermelho fará parte dos kits. A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf) está presente na articulação com as cooperativas e agricultores.

A presença da agricultura familiar nos kits de alimentação escolar no RN foi elogiada pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), durante webinário realizado pela instituição onde foram apresentadas iniciativas brasileiras de garantia da alimentação para estudantes durante o período de pandemia.