UFRN abre inscrições de processo seletivo para professor substituto
23, abril 2021

UFRN abre inscrições de processo seletivo para professor substituto

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) abre nesta sexta-feira (23) inscrições de processo seletivo para professor substituto. Dentre as unidades acadêmicas previstas no edital, o Instituto Metrópole Digital (IMD) é uma das contempladas, na área de Desenvolvimento para Dispositivos Móveis.

Interessados devem realizar inscrição até o dia 5 de maio através do Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SigRH), na aba “Concursos”, na qual encontra-se disponível o Formulário de Inscrição. A lista com os documentos exigidos nesta etapa está disponível no Edital nº 28/2021, disponível no mesmo endereço eletrônico citado acima.

O candidato deverá efetuar o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 50, até o dia 10 de maio e, caso deseje solicitar a isenção do pagamento, deve fazê-lo até o dia 4 do mesmo mês. Para concorrer, no caso da área do IMD, é necessário possuir graduação em Computação e ter disponibilidade de 40h semanais. Os honorários variam entre R$ 3,7 mil e R$ 6,2 mil.

Seleção

O processo seletivo – que ocorrerá no período de 26 de maio a 4 de junho – consistirá nas seguintes etapas: análise curricular / prova de títulos e prova didática. As etapas serão realizadas em formato remoto e as atas das avaliações contendo as notas dos candidatos serão divulgadas no portal da Pró Reitoria de Gestão de Pessoas da UFRN (Progesp).

Além do IMD, o edital contempla mais duas unidades acadêmicas: a Escola Multicampi de Ciências Médicas do Rio Grande do Norte e a Escola de Música. Ainda conforme o edital, o processo seletivo, voltado para a formação de cadastro de reserva, tem validade de um ano e pode ser prorrogado por igual período.

23, abril 2021

Índia registra mais de 300 mil casos de Covid em um dia e bate novo recorde

A Índia registrou quase 315 mil novos casos de coronavírus em um dia, um novo recorde para o país que vem em uma sequência de alta nas infecções.

Nesta quinta-feira (22), foram 314.644 casos confirmados e 2.104 mortes, segundo dados compilados pela Universidade Johns Hopkins (EUA). Nesta quarta, o país asiático já havia registrado números altos, com 295.158 novas infecções e 2.023 óbitos.

No total, já são 15,9 milhões de casos, o que coloca a Índia na segunda posição, atrás apenas dos EUA (31,9 milhões). Em mortes, porém, ocupa a quarta colocação, com 184,6 mil vítimas.

A crise sanitária pela qual passa o país asiático tem se agravado com a escassez de oxigênio e de leitos nos hospitais, o que tem forçado indianos a pagar preços exorbitantes no mercado negro para obter atendimento para seus familiares.

Enquanto a Índia vive um cenário classificado por seu primeiro-ministro, Narendra Modi, como “a segunda onda que chegou como um furacão”, o Canadá decidiu suspender os voos de passageiros procedentes deste país e do Paquistão, por 30 dias. (AFP)

FOLHAPRESS

23, abril 2021

Pão francês só poderá ser comercializado por quilo, a partir de junho

A partir do dia 1° de junho, o tradicional pão francês (ou pão de sal) deverá ser comercializado apenas pelo peso e não mais por valor unitário.

O preço do quilo do produto deverá ser afixado próximo ao balcão de venda, em local de fácil visualização pelo consumidor, além de ser grafado com dígitos de pelo menos 5 centímetros de altura.

As determinações sobre como o produto deve ser comercializado constam de uma portaria do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) publicada hoje (23), no Diário Oficial da União.

A portaria acrescenta que a balança a ser utilizada deve ter, como característica, um medidor com divisão igual ou menor a cinco gramas, além da indicação de peso e preço a pagar.

23, abril 2021

Agricultores podem emitir pela internet GRU de título de posse

Os agricultores beneficiários da ação de regularização fundiária executada pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em áreas públicas federais possuem uma nova opção para pagamento das parcelas dos títulos de domínio. A emissão da Guia de Recolhimento da União (GRU), que antes necessitava de atendimento presencial em unidades do instituto, passou a ser feita, também, via internet.

A transformação digital do serviço foi feita com a colaboração da Secretaria de Governo Digital, do Ministério da Economia, e facilitará a vida dos trabalhadores rurais titulados em áreas de regularização fundiária em todo o país.

Para emitir a GRU, o usuário deve, primeiramente, se cadastrar no portal de serviços do Governo Federal. O cadastro é único e permitirá ao cidadão acessar vários outros serviços disponíveis no portal. Também é necessário ter o título de regularização fundiária emitido no próprio nome, tendo em vista que o serviço disponibilizará o documento para o mesmo CPF cadastrado.

O processo tem três etapas: primeiro o titulado preenche os dados da solicitação e seleciona as parcelas a serem pagas. Em seguida, faz o download da guia de recolhimento e, no fim, faz o pagamento junto ao Banco do Brasil, por aplicativo, internet ou diretamente nas agências e unidades de atendimento. O beneficiário deve retornar ao portal de serviços para complementar ou receber o resultado da solicitação.

Pagamento

Os títulos de regularização fundiária podem ser pagos em até 20 anos, com carência de três anos, em 17 prestações anuais. Os juros variam de 1% a 6% ao ano e são calculados conforme sistema de amortização constante e regime de juros simples. Se optar pelo pagamento à vista, feito até 180 dias após a data de entrega do título, o beneficiário terá direito a desconto de 20% sobre o valor total.

Caso o título tenha sido emitido antes de 10/12/2019 e constem parcelas em atraso, o usuário será alertado no portal e poderá fazer a solicitação de atualização da dívida e pagamento pelo próprio sistema. Nesse caso, tem até 10/12/2024 para o pagamento dos valores atrasados, desde que não exista interesse público e social no imóvel.

Em situações de indeferimento das solicitações de pagamento, o beneficiário deve procurar uma unidade do Incra e tratar da pendência.

Requisitos para titulação

Para obter o título de domínio para regularização fundiária, o beneficiário deve atender a alguns critérios, exigidos também ao cônjuge ou companheiro, se houver. A ocupação só será regularizada se ambos forem brasileiros natos ou naturalizados e não forem proprietários de imóvel rural em qualquer parte do território nacional. Devem praticar cultura efetiva no imóvel, necessitando informar sobre a atividade econômica desenvolvida e a atividade complementar.

Também precisam comprovar o exercício de ocupação e exploração direta, mansa e pacífica, por si ou por antecessores, anterior a 22 de julho de 2008, bem como apresentar a inscrição no Cadastro Ambiental Rural (CAR) do imóvel objeto da regularização, entre outros requisitos.

Assentamentos

Por enquanto, o serviço para pagamentos de títulos de domínio via internet está restrito aos beneficiários da regularização fundiária. Em breve, os assentados da reforma agrária também poderão usufruir da facilidade.

Acesse o serviço de emissão de guia para pagamento do título de domínio em área de regularização fundiária

23, abril 2021

PRF recupera carro roubado e descobre sucata que adulterava veículos no Ceará-Mirim

PRF inicia Operação Carnaval nas rodovias brasilienses

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou, no final da manhã desta quarta-feira (21/04), no km 150 da BR 406, em Ceará-Mirim / RN, um Fox roubado e prendeu o seu condutor, um homem de 35 anos. Em ato contínuo, os PRFs se deslocaram até a sucata onde o condutor afirmou ter comprado o veículo, localizada às margens da rodovia BR 406, onde preenchida um veículo e um motor adulterados.