Justiça Estadual proíbe governo de sacar fundo previdenciário

Justiça Estadual proíbe governo de sacar fundo previdenciário

Atendendo a pedido do Ministério Público, a Justiça Estadual determinou que o Instituto Previdenciário do Rio Grande do Norte (Ipern) não faça saques dos recursos do Fundo Previdenciário (Funfirn) que estão aplicados. A decisão impede que o Estado usasse cerca de R$ 300 mil para pagamento de aposentados e pensionistas. A Justiça entende que o Estado possa ter prejuízo por sacar o dinheiro antes do prazo estabelecido nos contratos de investimento com os bancos.



Não há banner cadastrado